Living Light - A lâmpada com energia produzida por plantas

 

O designer holandês Ermi van Oers criou uma lâmpada capaz de acender utilizando a energia de uma planta. Após muito estudo para achar soluções diante da crise energética que vem crescendo em nosso planeta, o designer conseguiu que a eletricidade seja gerada a partir do processo de fotossíntese.

 

A novidade foi apresentada na Dutch Design Week e tem grande potencial para revolucionar o mercado, já que dispensa o uso de tomada como fonte de energia, e já está sendo utilizada na cidade de Roterdão, na iluminação de parques. Segundo o profissional, “O potencial desta lâmpada é enorme. As luzes de rua poderiam ser conectadas a árvores. As florestas poderiam se tornar usinas de energia. Campos de arroz na Indonésia poderiam produzir alimentos e eletricidade para a população local”.

 

A lâmpada funciona da seguinte forma: conforme o processo de fotossíntese acontece, as raízes da planta liberam compostos orgânicos, que interagem com as bactérias presentes no solo. Assim, são liberados elétrons que são transportados por um fio ligado ao vaso e conectado a um anel de leds. Quando alguém encosta nas folhas, o processo se intensifica e as luzes se acendem.

 

A solução é inovadora e sustentável. O desafio de agora é a quantidade de energia e de plantas necessárias para grandes regiões. Além disso, apesar da planta produzir energia sempre que houver luz solar, ela demora um dia inteiro para conseguir a quantidade necessária para acender uma lâmpada por 30 minutos. E este é o próximo desafio que os profissionais estão tentando resolver!